Detalhes: Grupo->Gramíneas | Produto ->Tanzânia

O Capim Tanzânia é uma gramínea com plantas de até 1,3 m de altura; as folhas e bainhas não apresentam pilosidade nem cerosidade, os colmos são suavemente arroxeados e as inflorescências são panículas com espiguetas arroxeadas, sem pilosidade e semelhantes às do capim-colonião comum.

A Tanzânia requer solos de média a alta fertilidade, mostrando-se exigente quanto ao fósforo, nitrogênio e potássio. No entanto, é capaz de obter, em torno de 37% do nitrogênio necessário ao seu crescimento, via fixação biológica.

Devido ao porte médio e menor fibrosidade dos colmos, a Tanzânia não apresenta muita rejeição de consumo como ocorre com as touceiras de outros panicuns, após o florescimento. É bem aceito por bovinos, bubalinos, caprinos e ovinos. Consorcia-se bem com leguminosas.
O Capim Tanzânia possui maior resistência às cigarrinha-das-pastagens, em relação aos outros coloniões.
O pastejo da Tanzânia deve ser iniciado quando as plantas atingirem entre 0,8 e 1,2 m de altura, as quais devem ser rebaixadas até cerca de 30 cm acima do solo. Sempre que possível utilizar pastejo rotativo, de modo a aperfeiçoar o desempenho animal. Como apresenta moderada resistência à seca, recomenda-se seu diferimento (veda) no final do período chuvoso (meados de março a abril), visando o acúmulo de forragem de boa qualidade para utilização durante o período de estiagem.
A Tanzânia é uma planta exigente em fósforo (P) e potássio (K), principalmente, na fase de implantação. Por ser planta exigente em fertilidade, recomenda-se o monitoramento da fertilidade através de análise de solo, principalmente a aplicação de nitrogênio em cobertura para manutenção da produtividade forrageira.
Os melhores resultados da Tanzânia são obtidos em pastejo rotacionado, com 1 a 5 dias de pastejo e 25 a 30 dias de descanso, durante o período chuvoso e 45 a 50 dias no inverno. Em diversos experimentos com a Tanzânia, a taxa de lotação ultrapassou a 4,0 U.A./ha. Pode ser utilizada por bovinos, em fase de engorda e cria e consumida por eqüinos e ovinos.

Ciclo vegetativo  Perene  
Forma de crescimento  Ereto, Touceiras  
Nivel de fertilidade do solo  Média/Alta  
Utilização  Pastejo, Silagem  
Indicação  Bovinos, Equinos, Muares, Caprinos e Ovinos  
Resistência a seca  Média  
Resistência a frio  Média  
Resistência a umidade  Baixa  
Resistência a cigarrinha  Alta  
Resistência a sombreamento  Média  
Acidez de solos  Tolerancia Média  
Producão de massa verde  132 ton/ha/ano  
Produção de matéria seca  22 a 26 ton/ha/ano  
Proteina bruta na matéria seca  12 a 16%  
Palatabilidade  Alta  
Digestibilidade  Alta  
Exigência de manejo  Média/Alta  
Volume de chuvas/ano  900mm  
Profundidade de plantio  0,5 a 1,0  
Taxa de Semeadura  15 a 20  kg/ha  

Em Construção

Faça sua cotação para: Tanzânia
*Nome:
*E-mail:
 *Estado:
 *Cidade:
 Endereço
(rua, nº, complemento):
 Bairro:
 CEP:
 *Telefone 1:
 Telefone 2:
 Celular:
*Assunto:
*Mensagem:
Sorgo, Grama Pensacola, Soja Perene, Girassol, Mombaça, MG-4, Massai, Ervilhaca, Aruana, Dictyoneura (Llanero), Calopogônio, Alfafa, Mucuna Cinza, Mucuna Preta, Tanzânia, Crotalária Juncea, Estilosantes, Decumbens, Mamona, Crotalária Spectabilis, Humidícola, Capim Gordura, MG-5, Puerária, Lab-Lab, Azevém, Tremoço Branco, Mucuna Anã, Feijão Guandu Anão, Leucena, Grama Batatais, Milho AL 25, Feijão Guandu, Feijão de Porco, Milho AL 34, Milho AL Bandeirante, Aveia Preta, Ruziziensis, Nabo Forrageiro, Milho Verde, Andropogon, Milheto, Brizantha, Piatã,

Araçatuba - São Paulo - Brasil - Fone/Fax: +55 (18) 3622-0407
©2017 - Todos os direitos reservados à Semeata Sementes LTDA - ESWebMarketing